Laboratório: Verificação do endereço IP e conectividade na Internet

De Wiki Cursos IFPR Foz
Ir para navegação Ir para pesquisar

Laboratório: Verificação do endereço IP e conectividade na Internet

Objetivos

Utilizar aplicativos para verificar endereço IP de um dispositivo e a conectividade com a Internet.

Os principais aplicativos a serem utilizados são o ifconfig, iwconfig e ping.

ifconfig

O aplicativo ifconfig pode ser utilizado para visualizar a configuração ou configurar uma interface de host em redes TCP/IP. Se nenhum argumento for passado na chamada do ifconfig, o comando mostra a configuração atual de cada interface de rede.

Consultar as páginas man do Linux para maiores detalhes sobre o funcionamento deste aplicativo, o qual permite ativar/desativar a interface, configurar o endereço IP, definir o tamanho da MTU, redefinir o endereço de hardware se a interface suporta, redefinir a interrupção utilizada pelo dispositivo, entre outros.

Exemplo
evandro@NBP-EVANDRO:~$ ifconfig
eth1      Link encap:Ethernet  Endereço de HW 00:1c:23:9a:d5:ff  
          UP BROADCAST MULTICAST  MTU:1500  Métrica:1
          pacotes RX:0 erros:0 descartados:0 excesso:0 quadro:0
          Pacotes TX:0 erros:0 descartados:0 excesso:0 portadora:0
          colisões:0 txqueuelen:1000 
          RX bytes:0 (0.0 B) TX bytes:0 (0.0 B)
          IRQ:21 
lo        Link encap:Loopback Local  
          inet end.: 127.0.0.1  Masc:255.0.0.0
          endereço inet6: ::1/128 Escopo:Máquina
          UP LOOPBACK RUNNING  MTU:16436  Métrica:1
          pacotes RX:525 erros:0 descartados:0 excesso:0 quadro:0
          Pacotes TX:525 erros:0 descartados:0 excesso:0 portadora:0
          colisões:0 txqueuelen:0 
          RX bytes:68341 (68.3 KB) TX bytes:68341 (68.3 KB)
wlan0     Link encap:Ethernet  Endereço de HW 00:1c:26:3a:c7:25  
          inet end.: 192.168.1.124  Bcast:192.168.1.255  Masc:255.255.255.0
          endereço inet6: fe80::21c:26ff:fe3a:c725/64 Escopo:Link
          UP BROADCAST RUNNING MULTICAST  MTU:1500  Métrica:1
          pacotes RX:4147 erros:0 descartados:0 excesso:0 quadro:0
          Pacotes TX:2482 erros:0 descartados:0 excesso:0 portadora:0
          colisões:0 txqueuelen:1000 
          RX bytes:2167068 (2.1 MB) TX bytes:474427 (474.4 KB)

O aplicativo foi executado no notebook do professor, o qual estava conectado na rede sem fio da sala de professores do instituto.

Algumas informações importantes sobre a saída do ifconfig
  • eth0 -> Configuração da interface de rede cabeada (placa de rede);
  • lo -> Configuração da interface de loopback, utilizado para testes locais do protocolo IP;
  • wlan0 -> Configuração da interface de rede sem fio (placa de rede sem fio);
Parâmetros principais indicados para interface
wlan0 (a qual era a interface que estava conectada a Internet no exemplo)
  • Encapsulamento do Link: Ethernet -> Indica que o tipo de rede é Ethernet;
  • inet end: 192.168.1.124 -> Endereço IP;
  • Masc: 255.255.255.0 -> Máscara de rede;
  • Bcast: 192.168.1.255 -> Endereço de broadcast;
  • Endereço de HW: 00:1c:26:3a:c7:25 -> Endereço físico da interface;
  • endereço inet6: fe80::21c:26ff:fe3a:c725/64 Escopo:Link -> Endereço IPv6 de escopo local gerado por autoconfiguração
  • MTU: 1500 -> Maximum Transfer Unit -> Tamanho máximo do pacote suportado pelo enlace
Exercício

Executar o comando ifconfig e verificar a configuração de sua interface de rede, incluindo seu endereço IP, rede local a qual está conectado e endereço físico.

iwconfig

O aplicativo iwconfig serve para configurar e verificar a configuração uma interface de rede sem fio. Se nenhum argumento for passado o comando mostra a configuração atual de cada interface sem fio.

Algumas informações importantes sobre a saída do iwconfig
  • Tipo de rede sem fio: p.ex. IEEE 802.11abg:
  • ESSID: Nome identificador da rede
  • Frequência: p.ex. 2.412 GHz
  • Endereço físico do ponto de acesso
Exercício

Executar o comando iwconfig e verificar a configuração de sua interface sem fio, caso esteja utilizando.

ping

Aplicativo ping permite a um usuário verificar se um host remoto está ativo. É bastante utilizado para detectar se há problemas de comunicação na rede.

O ping está baseado no envio de mensagens de solicitação de eco (echo request) e de resposta de eco (echo reply). Estas mensagens fazem parte do rol de mensagens do protocolo ICMP, que é um protocolo de reportagem de erros, componente do protocolo IP.

O ping é um dos principais comandos a disposição do administrador de rede no sentido de verificar a conectividade em rede. Por exemplo, se houver resposta de um ping vinda de um servidor remoto, significa que a máquina local está rodando corretamente o TCP/IP, o enlace local está funcionando corretamente, o roteamento entre a origem e o destino está operando, e por fim, a máquina remota também está rodando corretamente o TCP/IP.

Exemplo
evandro@NBP-EVANDRO:~$ ping www.foz.ifpr.edu.br
PING foz.ifpr.edu.br (200.17.98.44) 56(84) bytes of data.
64 bytes from 200.17.98.44: icmp_req=1 ttl=60 time=13.7 ms
64 bytes from 200.17.98.44: icmp_req=2 ttl=60 time=15.2 ms
64 bytes from 200.17.98.44: icmp_req=3 ttl=60 time=13.6 ms
64 bytes from 200.17.98.44: icmp_req=4 ttl=60 time=13.5 ms
64 bytes from 200.17.98.44: icmp_req=5 ttl=60 time=15.2 ms ^C
--- foz.ifpr.edu.br ping statistics ---
5 packets transmitted, 5 received, 0% packet loss, time 20141ms
rtt min/avg/max/mdev = 13.599/14.318/15.273/0.781 ms
evandro@NBP-EVANDRO:~$

No exemplo foram enviados quatro pacotes ICMP echo request, cada um com um número de sequência (icmp_seq), os quais foram recebidos com sucesso com o tempo de resposta (time). Cada pacote tem ainda um tempo de vida (ttl), o qual é decrementado em cada roteador, sendo o pacote descartado quando chegar a zero; isto evita pacotes perdidos na rede. Quando o ping é interrompido (CRTL-C), uma estatística é apresentada indicando o percentual de pacotes transmitidos, recebidos e perdidos. O tempo de viagem de ida e volta (rtt – round trip time) mínimo (min), médio (avg) e máximo (max) é calculado, assim como o desvio padrão (mdev).

Exercícios

  1. Enviar ping para diferentes hosts e comparar tempos de resposta:
    • no endereço local de loopback;
    • máquina de um colega do laboratório;
    • servidor do instituto (200.17.101.9);
    • servidores externos:
      • www.ufpr.br
      • www.ufsc.br
      • www.jb.com.br (Jornal do Brasil - Rio de Janeiro)
      • www.liberation.fr (Jornal Liberation – França)
      • www.nasa.gov (NASA – USA)
  2. Explicar as possíveis diferenças entre os tempos de resposta dos ping realizados.
  3. Consulte as páginas man e teste o ping com o parâmetro -c count, -i intervalo, -s packetsize, -t ttl, -w deadline.



--Evandro.cantu (discussão) 10h40min de 12 de junho de 2014 (BRT)